Sucesso na Carreira: Ansiedade nossa de cada dia

Muitos profissionais se sentem confusos, e cada vez mais ansiosos, por verem o tempo passar enquanto o lugar sonhado ainda está distante

Por O Dia

Rio - Somos ainda muito jovens quando precisamos escolher a carreira que seguiremos entre as opções do vestibular. Em geral, não temos certeza da profissão que gostaríamos de seguir. Cursamos e concluímos a faculdade, ingressamos em uma empresa e, na busca por um padrão de vida “ideal”, acabamos trabalhando demais, abrindo mão da vida pessoal e perdendo a saúde.

Para dar conta das crescentes demandas, podemos usar medicamentos para controlar o estresse e a ansiedade, mas, no fundo, não nos sentimos felizes. Muitos profissionais se sentem confusos, e cada vez mais ansiosos, por verem o tempo passar enquanto o lugar sonhado ainda está distante. Veja como lidar melhor com as causas da ansiedade.

Pergunta e resposta

“Tenho 29 anos e estou insatisfeito com minha carreira e conquistas profissionais. Vivo estressado e não consigo controlar a ansiedade. O que posso fazer para crescer profissionalmente e ser mais tranquilo?” Marcelo, Tijuca

Olá Marcelo! Quando a realidade fica abaixo do que sonhávamos é natural sentirmos frustração. Então, o ponto é: como ajustar as expectativas ao cotidiano? É necessário descobrir o que pode ou não ser transformado hoje, e criar as condições para as mudanças no futuro.

Investir em cursos de aperfeiçoamento ou em uma pós-graduação, por exemplo, pode facilitar a ascensão ou a mudança de profissão. Mas é bom lembrar que todos nós precisamos aceitar as limitações diante do que não é possível mudar hoje.

No dia a dia, a ansiedade pode ser acionada por fatores como o medo e o estresse. A pergunta a ser feita para combater sua causa é: “O que está na raiz da ansiedade?” Provavelmente não temos consciência do motivo, mas buscar e encontrar a resposta é o primeiro passo e ajudará muito.

Por exemplo, um grande causador da ansiedade é o medo de não conseguirmos cumprir tudo o que é esperado de nós: fazer faculdade e pós-graduação, ler dez livros por ano, comprar um imóvel, casar, ter filhos, aprender um idioma, ter sucesso na carreira, etc. Em suma, medo de não atender as expectativas da família e da sociedade.

E este é o ponto: para combater a causa da ansiedade precisamos nos desconectar das exigências externas e responder: “O que me fará feliz e como chegar lá?” A resposta pode não surgir imediatamente, mas persistindo ela aparecerá e ficará mais fácil traçar um plano de carreira e de vida.

Qualquer que seja a causa da ansiedade é importante identificá-la. Os terapeutas estão preparados para ajudar a combatê-la, deixando as pessoas mais seguras para construírem uma vida pessoal e profissional mais prazerosa. Boa sorte e até a próxima semana!

Janaina Ferreira é coach e professora do Ibmec

Últimas de Economia