Aluguel fica mais barato 4,5% no Rio

Taquara e Campo Grande foram os bairros que tiveram as maiores quedas nos valores de locação

Por O Dia

Rio - Quem procura imóvel usado para alugar no Rio deve aproveitar o atual momento em que os preços apresentam queda. Levantamento feito por uma plataforma digital em 30 cidades de diferentes regiões do país mostra que as unidades na capital fluminense registraram o menor valor médio do metro quadrado (R$ 33,06) para locação nos três primeiros meses de 2017 desde o começo de 2014.

De acordo com o indicador DMI-Viva Real, o aluguel está 4,5% mais barato em relação ao mesmo período do ano passado. Na ocasião, o metro quadrado dos imóveis valia R$ 33,33 no Rio.

A Taquara teve a maior queda (-11%2C1%) no aluguel. O valor médio do metro quadrado passou para R%24 17%2C79Wikimedia Commons

A pesquisa feita pelo portal imobiliário Viva Real entre mais de dois milhões de imóveis, que estão para alugar ou para compra e venda no pais, revelou que a Taquara, na Zona Oeste, teve a maior queda (-11,1%) no período. O valor médio do metro quadrado passou de R$20 para R$ 17,79, no primeiro trimestre do ano. Os imóveis em Campo Grande, também na Zona Oeste, tiveram a segunda maior baixa nos preços de R$ 16,67 para R$ 15, redução de 10%.

Já o Recreio dos Bandeirantes vem em terceiro lugar na lista de redução. Lá, conforme o levantamento, o preço médio baixou de R$25 para R$ 22,95, com queda de 8,2%. Os imóveis na Tijuca, na Zona Norte, também tiveram queda de preços nos aluguéis: -7,9% como o valor do metro quadrado cobrado caindo de R$ 28,49 para R$ 26,25 para locação nos primeiros três meses deste ano.

Segundo valor mais alto

Em relação ao país, o Município do Rio tem o segundo valor médio mais alto do metro quadrado para alugar. Na comparação com as demais cidades, da capital do estado perde apenas para São Paulo, cujo preço nominal médio do m² para aluguel é de R$35,38. Brasília (R$32,05), Santos (R$ 29,63) e Recife (R$ 25,71) vêm em seguida no ranking das locações mais caras.

O preço médio nacional, de acordo com o levantamento do DMI-Viva Real, ficou em R$ 23,08/m² no primeiro trimestre de 2017.  O bairro do Leblon, na Zona Sul, se mantém na liderança de área mais valorizada para aluguéis no Rio. O valor do metro quadrado por lá custa, segundo o levantamento, R$61,60.

Os dez bairros do ranking da locação mais cara ficam na Zona Sul. No entanto, o bairro mais procurado para aluguel é a Barra da Tijuca, que amargou queda de 7,4% no valor médio do metro quadrado, passando de R$ 35,29 para R$ 32,68 nos três primeiros meses do ano.

IGP-M: prévia deste mês recua 0,74%

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) recuou 0,74% na primeira prévia de abril, após aumento de 0,25% na primeira prévia de março. De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), que divulgou o indicador ontem, com o resultado, o índice acumula ligeira queda de 0,01% no ano e elevação de 3,74% em 12 meses.

Em março, o IGP-M fechado ficou em 0,01% totalizando 4,86% em 12 meses. O índice é usado para reajuste de contratos de aluguel de imóveis. A FGV informou os resultados dos três indicadores que compõem a primeira prévia do IGP-M de abril.

O IPA-M, que representa os preços no atacado, caiu 1,21%, ante uma alta de 0,23% na primeira prévia de março. O IPC-M, que corresponde à inflação no varejo, apresentou elevação de 0,30%, depois da alta de 0,17% registrada na mesma prévia do índice do mês anterior.

Últimas de Economia