Caixa abre mais cedo sexta-feira para pagar FGTS inativo a 715 mil no Rio

Terceira leva de saques dos saldos do fundo vai liberar mais de R$ 1,25 bilhão no estado

Por O Dia

Rio - Mais de 715 mil trabalhadores no Rio nascidos em junho, julho e agosto que têm contas inativas do FGTS vão poder retirar o saldo a partir da próxima sexta-feira nas agências da Caixa Econômica Federal. A terceira leva de saques vai liberar mais de R$ 1,25 bilhão no estado. O prazo de pagamento acaba em 31 de julho.

Para atender os beneficiados, mais de 2 mil agências da Caixa funcionarão no sábado em todo o país, entre 9h e 15h. Na próxima sexta, segunda e terça-feiras da próxima semana as unidades farão atendimento a esses trabalhadores duas horas mais cedo. No Brasil, 7,6 milhões estão aptos a sacar R$ 10,8 bilhões das contas inativas.

As agências da Caixa vão funcionar no próximo sábado das 9h às 15hEstefan Radovicz / Agência O Dia

De acordo com a vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Deusdina Pereira, com a liberação da terceira fase de pagamento, 66% do total abrangido já estarão prontos para saque. “Os números demonstram que a estratégia de atendimento tem sido bem sucedida. O banco continuará abrindo um sábado por mês e antecipando o atendimento das agências em duas horas em dias específicos para maior comodidade dos clientes”, explica.

Nas duas mil agências que abrirão no sábado, o atendimento será exclusivo para saques de contas vinculadas ao FGTS, solucionar dúvidas, promover acertos de cadastro e emitir senha do Cartão Cidadão. A relação das agências está disponível no site do banco (caixa.gov.br).

Entre os dias 10 de março e 3 de maio, a Caixa registrou o pagamento de mais de R$ 16,6 bilhões relativos às contas inativas. O número de pessoas que já sacaram alcançou 10,6 milhões. O valor equivale a 91% do total inicialmente previsto (R$ 18,1 bilhões) e aproximadamente 84% dos trabalhadores (12,5 milhões) com direito à retirada.

Veja quem pode sacar 

?- Pode fazer o saque das contas inativas do FGTS o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

- Valores de até R$1.500 podem ser retirados no autoatendimento, apenas com a senha do Cidadão. Para valores de até R$3 mil, o saque pode ser feito com o Cartão do Cidadão e senha no auto atendimento, lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$3 mil, os saques devem ser feitos nas agências Caixa, ou por opção de crédito em conta.

- Para valores acima R$ 10 mil, o trabalhador precisa apresentar documento de identificação e a Carteira de Trabalho, ou outro que comprove a rescisão de seu contrato com a empresa.

Reportagem da estagiária Marina Cardoso sob supervisão de Max Leone

Últimas de Economia