Sem acordo, Alerj adia votação que antecipa receitas de ICMS

A decisão de adiar a votação foi tomada após não haver acordo entre os líderes partidários na reunião desta terça

Por O Dia

Rio - A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) retirou da pauta desta terça-feira o projeto de lei do estado que antecipa receitas de ICMS, com alterações do Fundo de Equilíbrio Fiscal (FEEF).

A decisão de adiar a votação foi tomada após não haver acordo entre os líderes partidários na reunião desta terça-feira. O ponto de divergência foi a intenção da base governista de retirar do FEEF mais setores empresariais, além dos que já estavam acordados, como de produtores de laticíneos, hortifruti e agronegócio familiar. O FEEF cobra 10% das empresas que recebem incentivos fiscais.

O líder do governo na Alerj e presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Edson Albertassi (PMDB), fará um substitutivo ainda hoje e apresentará o texto às 19h.

Últimas de Economia