Salário atrasado de março será pago nesta sexta a 208 mil servidores do estado

Valores serão depositados na íntegra

Por O Dia

Rio -   Após uma longa espera, 208 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas do estado receberão nesta sexta-feira o salário atrasado de março. O governo do Rio confirmou ontem o pagamento integral nesta sexta-feira. Ao todo, será depositado o valor líquido de R$ 574 milhões. Estão nesse grupo categorias da Saúde, Cultura, Ciência e Tecnologia (da qual a Uerj e outras universidades fazem parte), entre outros. 

Inativos da Educação e da Fazenda também serão pagos, já que o crédito dos vencimentos de março dessas secretarias foi feito apenas para os servidores ativos. O estado também vai pagar nesta sexta, antes do décimo dia útil (que cairá na segunda-feira), os salários integrais de abril dos ativos da Educação (incluindo o Degase) e de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas da Segurança (bombeiros, agentes penitenciários, policiais militares e civis).

Para pagar esses grupos, serão depositados R$ 915 milhões líquidos. Já o crédito da Educação será feito com recursos do Fundeb, como tem ocorrido desde o ano passado. Para pagar a Segurança o estado usará verbas do Tesouro Estadual.

A decisão de quitar a folha de março foi tomada no início da noite desta quinta, após reunião do secretário de Fazenda Gustavo Barbosa com o governador Luiz Fernando Pezão. Segundo o Executivo Fluminense, que vem atrasando salários desde 2016, a quitação dos pagamentos hoje “será possível devido à arrecadação de receitas acima do inicialmente previsto”. Os vencimentos serão depositados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.

Salários em dia

Com o avanço do projeto de recuperação fiscal no Congresso, o governo do Rio fica mais perto de conseguir ajuda financeira. O projeto, de autoria da União, suspende por três anos o pagamento de dívidas do estado com o governo federal e autoriza o Executivo Fluminense a obter empréstimo.

O estado, porém, ainda não tem previsão de quando vai acertar toda a folha. Também não prevê antecipar a data oficial de pagamento, que hoje é no 10º dia útil.

Últimas de Economia