Meirelles: correção do IR fora de plano

A declaração se contrapõe ao que o presidente Michel Temer disse na última segunda-feira

Por O Dia

Rio - A correção da tabela do Imposto de Renda não é um “plano concreto” do governo federal, segundo afirmou ontem o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. A declaração se contrapõe ao que o presidente Michel Temer disse na última segunda-feira. Na ocasião, Temer declarou que o governo estuda atualizar a tabela do IR para ampliar a faixa de contribuintes isentos.

Em evento na cidade de Nova Lima (MG), Meirelles chegou a lembrar da declaração de Temer, mas garantiu que não há discussão no momento sobre o assunto. O ministro explicou que, antes de tudo, é necessário ver qual o impacto que uma possível correção da faixa de isenção provocaria nas contas públicas.

Meirelles justificou que foram “apenas ideias ventiladas” sobre a correção. Segundo o ministro, Temer fez menção em uma determinada circunstância, o que seria positivo para quem está nesta faixa de renda. Mas que é preciso verificar o custo dessa medida para a economia do país.

De acordo com levantamento do Sindifisco Nacional, a defasagem da tabela representa uma “bocada” e tanto no bolso dos trabalhadores pelo fato de estar defasada em 83%. “Se a tabela fosse corrigida pela inflação, muita gente que paga imposto hoje ficaria isenta”, alerta Claudio Damasceno, presidente do sindicato.

Últimas de Economia