Servidor: Carteira virtual garante atendimento a servidores da prefeitura

Segundo a operadora, todas as unidades estão cientes da migração dos 58 mil funcionários municipais e os serviços serão oferecidos sem restrições

Por O Dia

Rio - Os servidores ativos, inativos e pensionistas da Prefeitura do Rio que ainda não estão com as carteiras do plano de saúde Assim poderão ter atendimento em todas as redes conveniadas com o documento virtual. Segundo a operadora, todas as unidades estão cientes da migração dos 58 mil funcionários municipais e os serviços serão oferecidos sem restrições.

Quem aderiu ao plano referente (básico) já pode pegar a carteirinha no Clube do Servidor, na Rua Ulysses Guimarães s/n, Cidade Nova. A Assim disponibilizou uma equipe de quase cem pessoas para atender os servidores e orienta que o funcionalismo busque informações pelo telefone (21) 2102-9797.

Pelo site da empresa também há ferramentas que podem tirar dúvidas de todos os servidores que estejam fazendo a migração, além das informações sobre a rede de atendimento disponíveis para o seu plano. Basta acessar www.assim.com.br.

De acordo com o Grupo Assim, esta semana foram disponibilizadas 40 mil carteiras ligadas ao plano referente do servidor. Até o fim da próxima semana, todas as carteirinhas estarão disponíveis aos novos associados.

Por conta do grande número de usuários, poderá haver alguma demora ou fila para obter o documento. Mas a Assim frisa que o beneficiário não ficará descoberto e recomenda que imprima a carteirinha virtual, que pode ser obtida pela internet no site da empresa. 

Contrato ampliado

O contrato do Grupo Assim com a Prefeitura do Rio expiraria no dia 31 de maio, mas o Previ-Rio negociou com a operadora a extensão do prazo. A medida teve que ser tomada tendo em vista que a licitação para definir o novo plano atrasou e houve risco de os servidores ficarem sem cobertura. O Assim acordou a ampliação do contrato por mais quatro meses.

Migração

O Grupo Assim já mantinha 90 mil carteiras de servidores municipais. A Caberj outras 60 mil e não aceitou estender o contrato. Com isso, o Assim fechou acordo para a migração desse grupo. Agora, a operadora pede que os servidores, principalmente os casos mais sensíveis (gestantes, internados e oncológicos) busquem informações pelo (21) 2102-9797.

Oncológicos

O Grupo Assim garantiu que pacientes oncológicos seguirão com seus tratamentos. Eles serão encaminhados para o Oncorio, com unidades na Tijuca, Madureira e Santa Cruz. Para melhor acolhimento do paciente, a orientação é que ele ligue para a central do Assim e, ao ser atendido pela equipe médica, que leve todos seus exames e prescrições.

Cirurgia mancada

Se o médico e o hospital já são credenciados pela Assim, o procedimento permanece o mesmo, garantiu a operadora. Caso não haja convênio, o paciente deverá entrar em contato com a operadora (pelo telefone 2102-9797). “Casos de emergências serão resolvidos de acordo com a rede do plano escolhido pelo servidor”, informou a rede.

Internado e gestante

Quem estiver internado será avaliado para saber se há condições de transferência. Se o hospital for credenciado, nada muda. Caso contrário, o paciente só será transferido se isso não causar riscos. Para gestantes, o plano orientará para o programa Bebê Assim. Gestantes com seus próprios médicos deverão ligar para a central da operadora.

Contra votação

O Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado (Muspe) organiza uma vigília em frente à Alerj para a próxima terça-feira. No mesmo dia haverá o colégio de líderes para definir as emendas aos dois projetos de lei que serão votados (um referente a pensões e o outro para adesão ao Regime de Recuperação Fiscal).

Últimas de Economia