Muspe se reunirá com Dom Orani para pedir apoio em campanha de doação

Movimento dos servidores está arrecadando alimentos para distribuições a ativos, aposentados e pensionistas

Por O Dia

Rio - O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe) se reunirá nesta quinta-feira com o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, para pedir apoio da Igreja Católica na campanha de doação de alimentos aos servidores estaduais que estão sem salários.

Servidores estão recebendo cestas básicasDivulgação

A reunião ocorrerá às 19h na Arquidiocese do Rio. "Nos reuniremos com Dom Orani pra ver se a Igreja abraça essa causa que a falta de salários está trazendo, de sofrimento aos servidores e também de dificuldades para a população, pois os serviços estão todos sucateados. Há aposentados e pensionistas passando fome, sem conseguir comprar remédios. Acredito que a Igreja Católica vai abraçar nossa causa, tanto é que ele já confirmou a reunião", declarou um dos representantes do Muspe, João Rodrigues, que é presidente do Sind-Degase.

“Nos compadecemos de tudo o que está acontecendo. São homens, mulheres, chefes de família, com filhos e contas a pagar. Queremos escutá-los, ouví-los pra saber de que forma a Igreja pode ajudar a amenizar toda essa situação”, disse Dom Orani, sensibilizado com a causa.

O sindicalista João Rodrigues acrescentou que os atrasos salariais afetam a vida de todo o funcionalismo, ma sobretudo dos aposentados e pensionistas, que sempre ficam no fim da fila de pagamentos.

"Há muitos passando fome, sem conseguir comprar remédios. Acredito que a Igreja Católica vai abraçar nossa causa, tanto é que Dom Orani já confirmou a reunião", disse Rodrigues.

Hoje, o estado deve três folhas (maio, junho e o décimo terceiro de 2016) a mais de 200 mil funcionários ativos, inativos e pensionistas de diversas categorias. Os salários de junho foram quitados apenas para ativos, inativos e pensionistas da Segurança (bombeiros, policiais civis, PMs e agentes penitenciários) e para os servidores da ativa da Educação (incluindo o Degase).

Ativos da Fazenda também receberam, e a Procuradoria Geral do Estado pagou procuradores e demais servidores ativos e aposentados com recursos próprios. A reunião contará com 10 representantes do Muspe. Além do presidente do Sind-Degase, estarão no encontro Fábio Neira (Colpol); Mesac Eflaín (Abmerj); Marcos Villela (Ascpderj); Denise Rivera (Aperj); Antonio M R Silva (Asservisa); Marco Campos (Appol); Flávio Sueth (Assemperj); Fillipe Souza (SINDSEMP-RJ) e Ary Girota (Cedae).

Últimas de Economia