Juros do rotativo do cartão sobem

Para cliente que não pagou valor mínimo da fatura, taxa chegou a 378,3% ao ano em junho

Por O Dia

Rio - Os juros do rotativo do cartão de crédito para pessoas físicas que não pagaram ou atrasaram o total da fatura subiram em junho, depois de apresentar queda em maio. No mês passado, segundo dados do Banco Central divulgados ontem, a modalidade somou 378,3% ao ano. Em maio, as taxas do cartão rotativo estavam em 377,9% ao ano.

Já a taxa de juros do rotativo para quem paga o valor mínimo da fatura caiu. O valor chegou a 230,4% ao ano no mês passado, com redução de 28,1 pontos percentuais em relação a maio, de acordo com dados do BC.

Conforme a autoridade monetária, os juros médios cobrados por bancos em operações com cheque especial tiveram leva baixa, passando de 325,1% ao ano, em maio, para 322,6% ao ano, em junho.

A taxa média de juros para as famílias caiu 1,2 ponto percentual e ficou em 63,3% ao ano em junho. No caso das empresas, a taxa caiu 1,3 ponto percentual e foi para 24,8% ao ano.

Em sua última quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a taxa Selic de 10,25% para 9,25% ao ano. Foi o sétimo corte seguido nos juros básicos da economia do país.

Últimas de Economia