Estado assina recuperação fiscal às 15h desta terça-feira

Acordo será fechado em Brasília. Recuperação fiscal é apontada por Pezão como a saída para a crise financeira estadual

Por O Dia

Rio - O governo estadual assinará, enfim, a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), às 15h desta terça-feira, em Brasília. A informação foi confirmada à Coluna do Servidor pelo governador Luiz Fernando Pezão.

O acordo entre a União e o estado será assinado por Pezão e pelo presidente em exercício Rodrigo Maia. Maia, inclusive, trabalhou para acelerar todo o processo que envolve a entrada do governo do Rio no regime.

A data da solenidade já havia sido sinalizada. No entanto, a confirmação só pode ser feita após longa reunião nesta segunda-feira entre o secretário estadual de Fazenda, Gustavo Barbosa, e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também em Brasília.

No encontro, foram acertados os últimos ajustes para a adesão do Rio ao RRF.

A recuperação fiscal é apontada por Pezão como a saída para a crise financeira estadual. O primeiro efeito imediato do acordo será a contratação de empréstimo bancário de R$ 3,5 bilhões tendo as ações da Cedae como contragarantia. O crédito terá aval da União.

Atualmente, o estado está impedido de fazer a oepração financeira, pois estourou o limite de endividamento permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). E a lei complementar que criou o RRF autoriza estados nesta situação a receberem empréstimo, com aval do governo federal.

Últimas de Economia