Sérgio Malta: Para melhorar o meio ambiente

Em Búzios, por exemplo, temos o projeto mais avançado, desenvolvido pela concessionária de energia Enel

Por O Dia

Rio - Em todo o mundo há várias cidades desenvolvendo projetos para reduzir o teor de carbono emitido na atmosfera, melhorar o meio ambiente e tornar a vida mais saudável. São chamados de programas Cidade Verde, Cidade Inteligente ou Cidade Sustentável. O Brasil, e o Rio de Janeiro, não ficam atrás. Em Búzios, por exemplo, temos o projeto mais avançado, desenvolvido pela concessionária de energia Enel.

Iniciado em 2011, o projeto da cidade da Região dos Lagos incentiva o uso de fontes renováveis de energia, utilização eficiente e consciente da energia e tarifa diferenciada. A iniciativa envolve a instalação de redes inteligentes, que permitem acompanhar as informações em tempo real, controle automatizado de funções e integração de fontes renováveis de energia. As redes de distribuição de transformam-se numa plataforma semelhante à internet, na qual viajam dados e informações, além da energia. Entre as soluções testadas pelo projeto está a medição horária para estimular o consumo fora dos horários de pico.

A instalação de sistemas de iluminação pública mais modernos e econômicos e ações de estímulo à mobilidade elétrica também fazem parte dos projetos de Cidade Sustentável, tanto em Búzios quanto em outros países. A construção civil é outro setor que se engaja nesse sistema. Edifícios inteligentes, que adotam energia solar, são cada vez mais comuns, tanto aqui no Rio, quanto em São Paulo e Paris, para citar três exemplos.

Atingir reduções importantes de carbono na atmosfera exigem mudanças radicais, que vão além do setor de energia e da construção e chegam aos transportes, não apenas o público, mas também impactando os hábitos dos moradores como o de caminhar com mais frequência, andar de bicicleta, entre outros.

Com as populações cada vez mais concentradas em áreas urbanas, as cidades, especialmente as metrópoles, vêm descobrindo que não precisam ser poluidores do planeta. Podem se desenvolver e investir dando mais qualidade de vida a seus
moradores e contribuindo para preservar o nosso meio ambiente.

Sérgio Malta é presidente do Conselho de Energia da Firjan

Últimas de Economia