Coluna do Aposentado: projeto contra fraude na Baixada Fluminense

A ideia é ter um levantamento preciso das modalidades de golpes que provocam prejuízos incalculáveis aos cofres da Previdência

Por O Dia

Rio - O combate a fraudes contra a Previdência Social em municípios da Baixada Fluminense será o objetivo central de um projeto que será apresentado amanhã. Uma reunião está agendada para às 14h na sede da Procuradoria da República, em São João de Meriti, com este propósito. Os participantes do encontro vão debater o Projeto contra Fraudes Previdenciárias. Haverá representantes do Ministério Público Federal (MPF), da Advocacia-Geral da União (AGU), da Polícia Federal (PF), do INSS e da Justiça Federal.

O projeto prevê fazer um mapeamento dos casos de fraudes contra o INSS que ocorrem, principalmente nos municípios da Baixada Fluminense. A ideia é ter um levantamento preciso das modalidades de golpes que provocam prejuízos incalculáveis aos cofres da Previdência. O estudo servirá de base para desenvolver medidas para reduzir estes tipos de crimes.

Projeto contra fraudes na Baixada será objetivo de projeto que começa amanhãDivulgação

De acordo com o MPF, o projeto vai identificar os integrantes de equipes responsáveis pela habilitação e concessão de benefícios do INSS na Baixada. Será traçado o perfil dos servidores que trabalham nesses setores, além de levantar a quantidade de funcionários, e ações de treinamento, rotatividade, entre outros pontos.

Também está previsto fazer um quadro da quantidade de ações previdenciárias ajuizadas na Justiça Federal no ano de 2016. A ideia é que as principais temáticas possam resultar em um treinamento para os servidores do INSS, de modo a reduzir a quantidade de processos sobre o tema.

O MPF lembra que em agosto foi instaurado um procedimento para acompanhar o projeto, que vai começar pelo município de Duque de Caxias. O objetivo é reunir esforços entre os órgãos para que os danos aos cofres públicos sejam minimizados, considerando o número expressivo de fraudes na região da Baixada.

A reunião será na sede da Procuradoria da República em São João de Meriti, na Avenida Automóvel Clube, 2.435 - Vilar dos Teles.Para as procuradoras da República Luciana Portal Gadelha, Ludmila Ribeiro e Carolina Bonfadini, o diálogo entre as instituições que fazem parte do projeto pode trazer resultados proveitosos com vistas a reduzir as fraudes previdenciárias na Baixada Fluminense e também com vistas a reduzir a litigiosidade junto ao Poder Judiciário em relação a ações previdenciárias.

Foram convidados para a reunião as juízas federais Andrea Daquer Barsotti, Daniela Milanez e Maria de Lourdes Coutinho Tavares; os delegados da PF Paulo Teles (Deleprev/RJ) e Alessandro Magalhães de Moraes (DPF/Nova Iguaçu); os procuradores federais da AGU/INSS Vânia Barros, Lia Gil e Vinícius Lahorgue da Costa (procurador-chefe da Procuradoria Seccional em Caxias); o corregedor regional do INSS/RJ, Guilherme Barreto; a corregedora substituta do INSS/RJ, Marilene Mattos; o gerente-executivo do INSS/RJ/Caxias, Marcos Fernandes; e a gerente executiva substituta do INSS/RJ/Duque de Caxias, Tereza Cristina Chaves.

Novo portal

Já está no ar o novo portal do INSS, com conteúdos aperfeiçoados, novo visual e serviços aos cidadãos. O foco é o Meu INSS, o site de serviços do instituto em que é possível agendar atendimento, fazer consultas e obter extratos por meio de senha e login. Basta acessar www.inss.gov.br. O novo portal utiliza o padrão adotado pelo governo federal e atende aos princípios da transparência, usabilidade, acessibilidade e integração.

Informações

Na página da Secretaria de Previdência (www.previdencia.gov.br), o órgão vai continuar oferecendo, pelas próximas semanas, os mesmos conteúdos relativos aos serviços e benefícios do INSS até que o novo site que entrou no ar receba todos os aperfeiçoamentos devidos, informou a secretaria. Aposentados, pensionistas e segurados do INSS podem dar opinião ou sugestões por meio do e-mail acs@inss.gov.br.

 

Últimas de Economia