Mais Lidas

Servidor: saúde estadual deve pagar salários atrasados de setembro no dia 14

Secretaria pretende quitar rendimentos de ativos que ganham vencimentos até R$ 1,5 mil

Por thiago.antunes

Rio - O secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, informou que pretende quitar os salários atrasados de setembro até o dia 14 para parte dos servidores. A pasta fará o pagamento para os servidores ativos com vencimentos de até R$1,5 mil, mas segundo a secretaria, ainda não foi definido de onde sairão os recursos.  Em nota, a secretaria informa que decisão foi repassada a sindicalistas que representam a categoria numa reunião que ocorreu hoje pela manhã.

"Tenho recebido os servidores frequentemente e tomamos essa decisão de forma extraordinária porque reconhecemos o esforço de nossos profissionais que, mesmo em meio ao grave momento financeiro pelo qual passa o Governo, seguem exercendo suas funções de forma comprometida. Nossos servidores são fundamentais e agradeço a todos pela dedicação", afirmou Teixeira Jr., que não informou de onde sairão os recursos para o pagamento.

A notícia, no entanto, não deixou os profissionais da Saúde satisfeitos. Segundo o diretor da  Associação dos Servidores da Vigilância Sanitária do Estado do Rio (Asservisa), André Ferraz, o teto de R$ 1.500 vai contemplar menos de cinco mil funcionários, de um total de11.500 que estão na ativa.

"Com esse valor, vão pagar menos da metade do contingente de ativos, além de deixar de fora os profissionais que possuem Nível Superior, que recebem mais, e também os inativos e os servidores cedidos. Sem contar que o secretário havia falado, na semana passada, que esse valor seria até R$ 2 mil, agora baixou para R$ 1,5 mil" , reclama Ferraz.

Confira a nota na íntegra da Secretaria Estadual de Saúde:

"A Secretaria de Estado de Saúde fará o pagamento do salário de servidores da pasta que recebem até R$ 1.5 mil, referente ao mês de setembro. A previsão da SES é que os valores sejam sejam pagos até a terça-feira, 14 de novembro. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Jr., que recebeu a mesa de negociação formada por representantes dos servidores nesta terça-feira, 7 de novembro."

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia