Reforma da Previdência discute retorno de 15 anos de contribuição mínima

O texto aprovado da PEC 287 aumentou o prazo para 25 anos

Por O Dia

Rio - Alteração que será discutida na Reforma da Previdência é o retorno do tempo mínimo de 15 anos de contribuição para aposentar. O texto da PEC 287 aprovado aumentou o prazo para 25 anos. De acordo com o relator da reforma, deputado Arthur Maia (PPS-BA), após nova rodada de discussões nesta quarta entre governo e líderes outras propostas de mudança também estão em discussão, como as modificações na previdência de trabalhadores rurais, para que sejam mantidas as que estão em vigor e a retirada de restrições ao pagamento do Benefício de Prestação Continuada a idosos e deficientes de baixa renda.

Maia reforçou que as regras de transição para aposentadoria e a idade mínima de 62 anos (mulheres) e 65 (homens) não serão mexidas.

Outro parlamentar envolvido nas negociações, Pauderney Avelino (DEM-AM), afirmou que o novo texto deve elevar o limite para acúmulo de pensão e aposentadoria. Na proposta aprovada foi estabelecido que só seria possível acumular pensão e aposentadoria no limite de até dois mínimos. A proposta é elevar para três pisos.

 

Últimas de Economia