Servidor: Pezão vai a Brasília nesta terça por empréstimo que pagará atrasados

À Coluna do Servidor, governador disse que poderá assinar contrato com banco até esta quarta; com isso, débitos poderão ser quitados a partir da próxima semana

Por O Dia

Rio - O governador Luiz Fernando Pezão irá a Brasília nesta terça-feira para agilizar a contratação do empréstimo de R$ 2,9 bilhões com o BNP Paribas. À Coluna do Servidor, Pezão disse que participará de reuniões relativas ao tema, e que a assinatura deve sair até esta quarta-feira (amanhã).

Como parte dos recursos do empréstimo (R$ 2 bilhões) estará disponível no caixa estadual três dias após o contrato, ele sinalizou que há chances de o pagamento dos atrasados ser feito na próxima semana, diferente do estimado por ele antes, que era de quitar tudo até esta sexta.

À Coluna do Servidor, governador disse que poderá assinar contrato com banco até esta quartaSecom Acre

O governador irá ainda à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado para acompanhar a análise do projeto de securitização das dívidas dos estados e municípios, além do prazo de aumento de anos para pagamento de precatórios.

A securitização pode ajudar adesafogar a vida financeira dos estados e municípios emc rise, como principalmente o Estado do Rio de Janeiro. De acordo com o Senado, o projeto permite à administração pública vender créditos oriundos de parcelamento administrativos ou judiciais a instituições privadas.

Estado acumula três folhas

O salário de setembro dos servidores estaduais ainda está em aberto para 25.287 vínculos, em um total de R$ 103,6 milhões, e o de outubro para 206.893 ativos, aposentados e pensionistas (o valor necessário é de R$ 576,7 milhões). E as dívidas são ainda maiores: há 227 mil pessoas aguardando o crédito do 13º de 2017, em um total de R$ 1,2 bilhão.

O governo afirma que, com o dinheiro do empréstimo, pagará esses débitos e também as horas extras da Segurança.

Mas as dívidas não vão parar por aí: nesta quinta-feira, cairá o décimo dia útil, e o estado prevê o pagamento do salário de novembro da Educação (ativos) e Segurança (todos). Em seguida, terá que quitar os vencimentos de todas as categorias. 

Últimas de Economia