Shopping 'cabe' na palma da mão

A nova plataforma vai funcionar dentro do conceito que converge os canais online e offline, o omnichannel

Por O Dia

Rio - Já imaginou um shopping na palma da mão? Parece ficção, mas não é! O Shopping Metropolitano Barra lançou no último dia 7 uma iniciativa inédita no setor de shoppings: a plataforma e-commerce ON Stores. E como funciona? É bem simples: ao acessar www.shoppingmetropolitanobarra.com.br o cliente é automaticamente direcionado à pagina On Stores. Logo na barra inicial está a opção Loja Online. Ao clicar nesse ícone aparecerão as promoções de cada unidade do shopping. O passo a passo é o mesmo de uma compra pela internet.

Ao clicar nos produtos que aparecerão listados na página abrirá uma aba com o nome de "sacola", nela o consumidor pode escolher a quantidade, ou até mesmo voltar para a página inicial e continuar comprando.

Compras no Shopping Metropolitano Barra feitas pelo celularDivulgação

Depois de escolher os produtos que vai levar, clique em comprar. Uma página será aberta onde deve ser feito o cadastro, com email, nome, telefone e CPF. Somente depois de cadastrado é direcionado a uma página segura para pagamentos. A retirada dos produtos é feita no próprio shopping.

A nova plataforma, desenvolvida pela CCP (Cyrela Commercial Properties), vai funcionar dentro do conceito que converge os canais online e offline, o omnichannel. Outra facilidade é que o portal de compras poderá ser acessado em dispositivos desktop ou mobile.

"Com esse projeto digital, estamos trazendo muito mais comodidade para os nossos clientes e maiores oportunidades de venda para as nossas lojas. Tudo isso em um ambiente muito seguro. No ON Stores, o lojista tem acesso a um painel de controle online, onde pode acompanhar toda a movimentação, incluindo volume de vendas, pagamentos autorizados, estoque de produtos, entre outras informações gerenciais", diz Daniela Paladini, superintendente do Shopping Metropolitano Barra.

A expectativa, segundo Pedro Daltro, diretor-presidente da empresa, é de que a plataforma ON Stores comece a operar com uma base equivalente a 50% do total de locatários dos shoppings administrados pela CCP. "Considerando a funcionalidade, os benefícios e o potencial deste canal, o ON Stores deve gerar um aumento inicial de 5% sobre as vendas totais", afirma.

Últimas de Economia