À procura de emprego? Então manda um ‘zap’!

Estudo do Datafolha mostra que 59% dos usuários do WhatsApp trocam mensagens sobre trabalho. Serviço também é usado para procurar vagas

Por O Dia

Rio - Usado por mais de 100 milhões de brasileiros, o WhatsApp não é só um aplicativo de troca de mensagens para celular onde as pessoas costumam receber ‘bom dia’ em grupos da família. Levantamento do Datafolha mostrou que 59% dos usuários trocam informações de trabalho com colegas pelo app. O serviço passou a ser usado como ferramenta para procurar emprego. Tendência, aliás, que está sendo aproveitada por ‘headhunters’ em busca de profissionais.

Recursos de segurança%2C como a criptografia%2C encorajam interessados nessa nova tendência do mercadoReprodução

Recursos de segurança, como a criptografia de mensagens, encorajam interessados nessa nova tendência. É o caso de Danilo Castro, headhunter da Hiring RH. O papel dele é ajudar as empresas a encontrar os melhores candidatos. De trainees a CEOs, as oportunidades chegam pelo WhatsApp.

Castro acredita que o aplicativo é uma ferramenta importante para suas atividades profissionais. Na maioria dos casos, ele compartilha as vagas entre seus contatos profissionais, mas também cria grupos para unir candidatos ou manda mensagens individuais com oportunidades para quem está buscando trabalho.

Mariangela Cifelli é uma carreer coach que usa o WhatsApp para acessar clientes e novos trabalhos. Ela mantém contato diário com profissionais. Antes do aplicativo, ela usava e-mails e telefonemas para falar com seus clientes. “É comum compartilhar artigos, vídeos e também se conectar pelo WhatsApp. Talvez 70% das consultas dos meus clientes são assim”, afirma. 

Últimas de _legado_Empregos e Negócios