Especialista em moda dá dicas para usar o figurino correto na hora da entrevista

Um erro na escolha da roupa pode ser motivo de desclassificação.

Por O Dia

Rio - A busca por um lugar ao sol no mercado de trabalho passa, obrigatoriamente, por um bom desempenho na entrevista de emprego. O candidato precisa ter em mente que deve usar as roupas certas. Um erro no figurino pode ser motivo de desclassificação.

Especialistas dão dicas para escolher a roupa certa para o processo seletivoReprodução

Carolina Souza, consultora de imagem e estilo, ajuda a esclarecer dúvidas na hora de se vestir para a entrevista de emprego.“Os códigos de vestimenta profissional são importantes para orientar profissionais e empresas em relação ao que vestir e ao que cobrar no ambiente de trabalho. Conhecer as exigências dos códigos para situações como reuniões, eventos, visitas e principalmente, entrevistas de admissão faz com que você se sinta seguro e confortável, concentrando-se assim no que realmente importa”, orienta a especialista.

Em ambientes mais rigorosos, como escritórios de advocacia, área executiva de bancos e empresas de finanças, a recomendação é por cores escuras. Terno, gravata e sapatos sociais para homens. As mulheres podem manter a feminilidade, optando por um tailleur ou vestidos. O importante é que saias e vestidos estejam até dois dedos acima do joelho. Nada de roupas justas, transparentes e com decotes. “Nesses casos, o que se espera é elegância e discrição”, orienta.

Em ambientes mais informais, homens podem usar jeans, camisa e blazer. Para as mulheres, o leque é maior, incluindo saias e vestidos em cortes mais atuais. E, em ambos os casos, cuidado com cores muito vibrantes.

O QUE NUNCA DEVE SER USADO

Bonés, chinelos, regatas, camisetas de time, blusas de alcinha, short e bermudas.

NÃO ABUSAR DA SENSUALIDADE

Homens devem evitar calças super justas, camisas abertas e exibir braços malhados.

EVITE PARECER ANTIQUADO

Cuidado para não confundir clássico com antiquado, como calças de pregas frontais e blazer com ombreiras.

NÃO ‘SUMIR’ NA PRÓPRIA ROUPA

Peças grandes, largas e cumpridas demais fazem você ‘sumir’ dentro delas.

SEM FLORZINHAS E BICHINHOS

Barras de calças e punhos de camisas curtos e acessórios, como florzinhas e bichinhos estão entre os erros mais comuns

Últimas de _legado_Empregos e Negócios