Vagas temporárias para o fim do ano pelo Sine

Sistema abriu 2,5 mil vagas. Setor prevê a contratação de cerca de 74 mil pessoas

Por O Dia

Rio - O Sistema Nacional de Emprego (Sine) anunciou 2,5 mil vagas temporárias em todo o país até o fim do ano. Mas a previsão para o comércio é bem mais otimista. Levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que cerca de 74 mil pessoas podem ser contratadas pelo segmento um aumento de 10% em comparação ao ano passado.

Contratações aumentam chance de inclusão no mercado de trabalho para quem está à procura de empregoEstefan Radovicz / Agência O Dia

O aumento na demanda por temporários é atribuído à melhora na expectativa de vendas. Segundo a pesquisa da CNC, a previsão é que o Natal deste ano movimente R$ 34,7 bilhões na economia do país, o que representa um avanço de 4,8% na comparação com 2016. Para o chefe da Divisão Econômica da CNC, Fabio Bentes, os impactos positivos sobre o emprego e a retomada gradual da atividade econômica e do consumo devem contribuir para o aumento na efetivação dos temporários. "Muitas empresas apostam na continuidade da recuperação do consumo e isso traz um cenário mais favorável para as contratações", afirma.

A CNC estima que 30% dos contratados devem ser efetivados após o período de festas de 2017. Foi o que ocorreu com Douglas Henrique dos Santos, 34 anos. Contratado por uma empresa fabricante de bebidas para trabalhar como promotor de merchadinsing, por um período de dois meses e foi efetivado. "O segredo é agarrar a oportunidade e desenvolver as atividades com desempenho e força de vontade", disse.

De acordo com a diretora de certificação da Associação Brasileira de Recursos Humanos, Andrea Huggard, as chances de efetivação são para aqueles que se destacarem. "É importante tratar o emprego temporário com excelência. Os empregadores estão observando, e, caso o prestador de serviço não seja aproveitado pela empresa, ele poderá ser recomendado para outra vaga".

Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho, acredita que o aumento das vagas é um sinal positivo. "Mostra que o governo federal está tomando as medidas necessárias para colocar novamente o Brasil no rumo do crescimento econômico e da recuperação do emprego".

No Sine

Das vagas temporárias abertas no Sine, 1.240 são no setor de serviços, 757 no comércio, 149 na agropecuária e 146 na construção civil. Só no Rio, são 350 oportunidades, todas no setor de comércio.

Maior procura

O maior número de vagas abertas é para vendedor do comércio varejista (508), atendente de lojas e mercados (228), operador de caixa (189), trabalhador no cultivo de árvores frutíferas (148) e operador de triagem e transbordo (140).

O que diz a lei

Há legislação para esse tipo de contrato, que precisa ser seguida pelas empresas e observada pelos empregados. Pelas novas regras aprovadas na Lei 13.429 em março deste ano, as empresas podem contratar temporários por seis meses, com possibilidade
de prorrogação por mais 90 dias. Antes, o prazo inicial era de três meses.

Últimas de _legado_Empregos e Negócios