Feiras de rua oferecem alternativas para o Natal

Organizadores esperam que haja aumento de procura por produtos acessíveis

Por O Dia

Rio - A Feira Rio Antigo, no Centro do Rio, e a Feira de Empreendedores Sustentáveis, em Jacarepaguá, chegam às edições de Natal neste fim de semana com expectativas positivas em relação ao volume de vendas.

A Feira Rio Antigo%2C na Rua do Lavradio%2C terá duas edições de Natal. A primeira é no sábado. Organizador prevê aumento de 30% nas vendasDivulgação

Organizador da Feira Rio Antigo, na Rua do Lavradio, Thiago Cesário Alvim prevê um aumento de 30% em relação aos outros meses do ano. O evento, que acontece em todo o primeiro sábado de cada mês, terá duas edições em dezembro: neste sábado e no próximo dia 16.

Já Alexandra Gonzalez, responsável pela Feira de Empreendedores Sustentáveis, que recebeu mais de 1.200 visitantes em setembro, espera um público de 3 mil pessoas na edição especial de Natal, que será realizada no sábado e no domingo, na Praça Cândido Mendes, na Taquara.

Os organizadores das duas feiras acreditam que a crise financeira pode impulsionar a procura pelos produtos oferecidos pelos expositores, como peças de artesanato, bijuterias, artigos de moda, enfeites para o lar, objetos de arte e de antiquário. "O custo-benefício é imbatível. Com menos de R$ 50 é possível comprar um bom presente de Natal", diz Thiago Cesário Alvim, presidente do Polo Novo Rio Antigo, associação que organiza a Feira Rio Antigo.

Cerca de 400 expositores vão participar do evento no sábado, que ainda terá show para celebrar o Dia Nacional do Samba. No espaço montado em frente à Praça Emilinha Borba, na esquina da Rua do Lavradio com a Rua do Senado, Adriana Dutra e Nega de Criolo apresentam clássicos do gênero.

Na Praça Cândido Mendes, as oficinas da Feira de Empreendedores Sustentáveis também são uma aposta para atrair o público. Haverá aulas de reciclagem, gastronomia, artesanato e de fabricação de brinquedos sustentáveis, que serão doados durante o evento. As inscrições para as oficinas são gratuitas e devem ser feitas no local. "Todos os produtos comercializados são criados a partir de reutilização de materiais", diz Alexandra, do projeto 'JPA, eu te amo", que organiza a feira.

Últimas de _legado_Empregos e Negócios