Com nove minutos, Pezão terá o maior tempo do horário eleitoral

Lindberg terá quatro minutos e 38 segundos; propaganda gratuita começa dia 19 de agosto

Por bferreira

Rio - O governador Luiz Fernando Pezão terá o maior tempo de TV no horário eleitoral: nove minutos, de acordo com informações divulgadas ontem pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). O tempo é quase o dobro de Lindberg Farias (PT), que terá quatro minutos e 38 segundos. A distribuição é determinada de acordo com o número de parlamentares dos partidos na Câmara.

Líderes na pesquisa divulgada pelo Instituto Gerp nesta semana, Marcelo Crivella (PRB) e Anthony Garotinho (PR) terão tempo escasso para pedir votos na TV. Crivella terá pouco mais de um minuto, e Garotinho dois minutos e 17 segundos. Tarcísio Motta (Psol), Ney Nunes (PCB) e Dayse Oliveira (PSTU) terão cerca de um minuto cada um. A ordem de aparição foi sorteada pelo TRE. Ney Nunes, será o primeiro, seguido por Crivella, Tarcísio Motta , Lindberg, Dayse Oliveira, Pezão e Garotinho.

Na disputa para o Senado, Cesar Maia (DEM) será o candidato com maior tempo de TV: quatro minutos. A adesão do democrata à chapa de Pezão foi decisiva para seu “protagonismo” no horário eleitoral, já que, se estivesse sozinho, Maia teria apenas 45 segundos de propaganda. Criticado por ter aderido ao PT no Rio, Romário (PSB) terá dois minutos e doze segundos de exposição, mais que os 47 segundos que teria se se lançasse sozinho ao pleito. Já o PDT lançou Carlos Lupi sem apoio e terá apenas 36 segundos.

A propaganda no rádio e na TV começa no dia 19 deste mês, com dois blocos de 50 minutos cada. Às segundas, quartas e sextas-feiras, serão exibidas as propagandas dos candidatos a governadores, deputados estaduais e senadores. Já às terças, quintas e sábados, será a vez dos candidatos a presidente e deputado federal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia