Por paloma.savedra

Rio - Uma estratégia de cooperação entre Exército, polícias Civil e Federal, Polícia Militar, Guarda Municipal e Bombeiros vai garantir a segurança das eleições de outurbro no Rio. O esquema foi acordado nesta quinta-feira em reunião com autoridades federais, estaduais e do município no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) e a coordenadora estadual da fiscalização eleitoral, juíza Daniela Assumpção de Souza, e o juiz auxiliar Marcius Ferreira.

As autoridades discutiram a segurança das eleições, e, de acordo com a juíza Daniela, a fiscalização atuará "de modo discreto, mas efetivo", ressaltando a importância da presença da Justiça Eleitoral em regiões de atuação do crime organizado.

A Polícia Militar e a Guarda Municipal receberão a cartilha eleitoral para agilizar a fiscalização de delitos eleitorais. Em resposta a ofício do presidente do TRE-RJ, desembargador Bernardo Garcez, o governo do Estado informou que as Forças Armadas permanecerão no Complexo da Maré durante as eleições.

Compareceram à reunião o comandante-geral da PM, coronel José Luís Castro, do Corpo de Bombeiros, coronel Sergio Simões, o general Jorge Antônio Smicelato, do Comando Militar do Leste, e representantes da Secretaria de Segurança do Estado, entre outras autoridades.

Você pode gostar