Lindberg rebate denúncias e afirma que casos contra gestão dele estão arquivados

Candidato petista frisou que investirá em educação e atribuiu ao governo do estado o estado do Hospital da Posse

Por O Dia

Rio - Em entrevista tensa ao RJTV, na noite desta terça-feira, o candidato petista ao governo do Rio, Lindberg Farias, rebateu denúncias feitas à sua gestão quando foi prefeito de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e disparou críticas contra os adversários Anthony Garotinho, do PR e o atual governador e candidato à reeleição Luiz Fernando Pezão, do PMDB.

Sobre as denúncias - dez ao total - Lindberg disse e repetiu que "todos os casos avaliados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) foram arquivados". Aparentando nervosismo, o candidato atribuiu ao governo do estado a responsabilidade, por exemplo, da situação do Hospital Municipal da Posse, alvo de reclamações desde a época que Lindberg foi prefeito de Nova Iguaçu. O candidato acusou o estado de não investir "um centavo" na unidade de saúde.

Lindberg aparenta nervosismo e rebate denúncias em entrevista Reprodução

Confrontado com mais denúncias à sua gestão, o candidato rebateu lembrando que Garotinho e Pezão foram condenados em outras ações, coisa que, segundo ele, nunca aconteceu durante seus mandatos. "Eu quero um governo que seja duro com a transparência", sublinhou o candidato.

Na agenda de campanha do candidato estão previstas esta entrevista para o RJTV e, mais tarde, às 22h, o debate na TV Band, com a participação de outros candidatos ao governo do Rio. Nesta quarta-feira será a vez de Anthony Garotinho participar de entrevista ao RJTV, que começa às 19h.

Últimas de _legado_Eleições 2014