Por felipe.martins

Rio - Fiscais do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), com apoio de policiais da UPP da Rocinha, apreenderam três toneladas de placas irregulares, na primeira de uma série de ações em colaboração com as forças de Segurança, agendadas em comunidades com atuação eleitoral de grupos criminosos.

Foram cinco horas para recolher a propaganda afixada em área de preservaçãoDivulgação / Ascom TRE

Foram cinco horas para recolher a propaganda afixada em área de preservação natural, postes, prédios comerciais e nos muros residenciais. Os candidatos estão sujeitos a multa, mas podem responder por abuso de poder econômico - devido à quantidade de placas -, além de serem investigados por eventuais ligações com os grupos criminosos.

Determinada pela coordenadora estadual da fiscalização, juíza Daniela Barbosa Assumpção de Souza, a operação se concentrou nas localidades de Portão Vermelho, Estrada da Gávea e ruas 1 e 2.

Material apreendido pelo TRE na Rocinha tem propaganda do ex-governador GarotinhoDivulgação / Ascom TRE

A maioria das placas era dos candidatos a deputado federal Osório (PMDB), Rafael do Gordo (PMDB) e Clarissa Garotinho (PR), a deputado estadual Waldemar do Gás (PRP), William da Rocinha e Gustavo Tutuca (PMDB), e ao governo estadual Anthony Garotinho (PMDB). Também havia placas de Pedro Paulo (PMDB), Rodrigo Maia (DEM), Chico Alencar (PSOL), Wilson Beserra (PMDB), Marcelo Cecilliano (PSDC), Eliomar (PSOL), Sancler Mello (PR), PC Valério (PR) e Pedro Fernandes (SD).

Você pode gostar