Por bferreira

Rio - Após a arrancada inicial em sua campanha, o crescimento da candidata à Presidência Marina Silva (PSB) arrefeceu. O cenário é apontado por duas pesquisas divulgadas ontem pelos institutos Datafolha e Ibope. Os resultados de Marina se assemelham nos dois levantamentos, mas há diferenças no comportamento dos eleitores em relação à candidatura de Dilma Rousseff (PT). Já Aécio Neves (PSDB) permanece estável nas duas pesquisas, em terceiro lugar.

INFOGRÁFICO: Os números do Ibope e Datafolha

Na sondagem do Ibope, Dilma tem 37% das intenções de voto, liderando com quatro pontos à frente de Marina, que aparece com 33%. Aécio tem 15%. Pastor Everaldo (PSC) obteve 1% dos votos e os demais candidatos não pontuaram. Indecisos somam 7% e votos brancos ou nulos representam 5%.

Em relação à pesquisa divulgada na semana passada, Dilma subiu três pontos percentuais, Marina subiu quatro e Aécio caiu quatro.

O instituto também verificou que a rejeição a Dilma caiu cinco pontos na última semana, passando de 36% para 31%. A rejeição a Marina oscilou dois pontos para cima, de 10% para 12%. Aécio Neves permaneceu estável, com 18% dos entrevistados afirmando que não votariam nele.

Na simulação do segundo turno, Marina venceria Dilma por 46% a 39%. Se a disputa fosse entre Dilma e Aécio, a petista teria 47%, contra 34% do tucano.

DATAFOLHA

Na pesquisa Datafolha, Marina e Dilma estão tecnicamente empatadas. Enquanto a primeira tem 34%, a presidenta tem 35%. Aécio aparece com 14%. Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (Psol), Eduardo Jorge (PV) e Zé Maria (PSTU) têm 1%. Os outros candidatos não alcançaram 1%. Os indecisos representam 7% do total e eleitores que irão votar branco ou nulo são 6%.

Na comparação com o levantamento anterior, divulgado em 29 de agosto, Marina ficou estável, Dilma oscilou um ponto para cima e Aécio oscilou um ponto para baixo.

Na simulação de segundo turno, Marina tem 48% e Dilma, 41%. Contra Aécio, a presidenta tem 49% e o senador aparece com 38%. Na hipótese de um confronto entre Marina e Aécio, ela teria 56%, enquanto ele ficaria com 28% dos votos.

Você pode gostar