Correligionários de Pezão ameaçam repórter na Tavares Bastos

Cerca de 15 pessoas questionaram profissional do 'CQC' por ele ter feito uma pergunta citando o candidato Garotinho

Por O Dia

Rio - Cerca de 15 pessoas com adesivos do candidato ao governo do Estado, Luiz Fernando Pezão e do candidato a deputado estadual, Gustavo Tutuca, tentaram coagir um repórter do CQC, da "Rede Bandeirantes", nesta terça-feira, na Comunidade Tavares Bastos, no Catete. A confusão começou após o repórter questionar Pezão, comparando o outro candidato Anthony Garotinho com o ex-governador Sérgio Cabral, que foi denunciado pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em que ele seria um dos políticos envolvidos em corrupção.

Após Pezão deixar a comunidade, os correligionários disseram ao repórter de que ele não poderia fazer aquele tipo de pergunta dentro da comunidade, pois a "Tavares Bastos estava apoiando o Pezão". Além disso, não era permitido citar o nome de outro candidato na localidade. Um homem conhecido como Cassiano, da associação de moradores da comunidade, afirmou que lá existem regras próprias.

"Jogo no campo é uma coisa, mas aí muda quando entra no vestiário do outro. Aqui é comunidade, não é que nem lá em baixo. Aqui tem as suas regras", diz.

Últimas de _legado_Eleições 2014