Por daniela.lima

Rio - Cabos eleitorais e seguidores das campanhas de Lindberg Farias (PT) e Luiz Fernando Pezão (PMDB) se confrontaram ontem em Copacabana. Os simpatizantes do PT se concentravam para uma caminhada com o candidato do partido pela Avenida Atlântica quando se depararam com um grupo de aproximadamente 50 pessoas com bandeiras do concorrente Pezão (PMDB). 

Lindberg vai atrás dos indecisosCacau Fernandes / Agência O Dia


A confusão começou antes mesmo da chegada de Lindberg quando três homens, que empurravam uma caixa de som, resolveram ficar no meio do grupo oponente com som ligado em volume alto tocando o jingle da campanha de Lindberg. “Esse ato é do PT, vocês não têm que estar aqui”, dizia um dos manifestantes. Mas o embate terminou e os ânimos se acalmaram com apenas alguns tapas e empurrões.

Lindberg, que chegou ao local por volta das 12h, amenizou o confronto. “O Pezão é manipulado pelo Sérgio Cabral e pelo Jorge Picciani. Se ele for reeleito, será mais do mesmo. Eu sou a mudança”, afirmou. E prometeu chegar ao segundo turno. “Ainda tem 40% de pessoas indecisas e eu quero pegar essa fatia de eleitores”. 

Colaborou: Patrícia Teixeira

Você pode gostar