Por thiago.antunes

Rio - Os candidatos ao governo apostaram em temas diferentes para cativar o eleitor para começar a última semana do programa eleitoral gratuito. Nesta terça-feira, Luiz Fernando Pezão (PMDB) dedicou todo o seu tempo na hora do almoço para falar de Educação. O governador destacou a melhora do Rio de Janeiro nos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Nosso estado está entre os quatro melhores do Brasil no Ensino Médio e vai ter o melhor ensino público do país. Educação sempre foi prioridade para mim”, afirmou o governador. Já Anthony Garotinho (PR) escolheu Mobilidade Urbana. O programa foi um resumo de suas principais propostas na área, como a ampliação das linhas do metrô para a Baixada e a regulamentação do transporte alternativo no estado. No programa da noite, o candidato atacou o atual governo ao falar de Saúde. “O Rio é o estado que menos investiu em saúde no país, isso é inaceitável.”

Lindberg Farias (PT) apelou aos eleitores indecisos, na esperança de que sua candidatura saia da estagnação na reta final. “Sei que tem muitos indecisos. Quero pedir seu voto por um caminho novo, diferente”, pediu o petista. Seu programa foi uma espécie de resumo de sua trajetória, com imagens da esposa e dos filhos, além de sua história na política. Ao final, a presidenta Dilma Rousseff (PT) aparece brevemente. Marcelo Crivella (PRB), que tem o menor tempo entre os principais candidatos, apresentou a esposa Sylvia aos eleitores. “Conheço Marcelo desde 14 anos. Passamos dez anos na África e fomos para o sertão”, contou ela.

Você pode gostar