Por thiago.antunes

Brasília - A manobra de José Roberto Arruda, que impedido de concorrer pela Justiça Eleitoral indicou seu vice como candidato ao governo de Brasília, deu certo. Apurados 95,95% dos votos, Jofran Frejat, do PR (27,76%), garantiu lugar no segundo turno contra Rodrigo Rollemberg (PSB), em primeiro com 45,7% dos votos válidos, tirando o atual governador Agnelo Queiroz (PT), com 20,06%.

Agnelo, criticado pelo custo da reforma do estádio Mané Garrincha, teve um dos piores desempenhos entre governadores que tentaram a reeleição. “Nossa campanha, com 46% dos votos, mostra que estamos no caminho certo por termos investido, durante dois anos, no nosso programa de governo”, disse Rolemberg. Ele beneficiou-se da saída de Arruda, que seria eleito caso conseguisse escapar da condenação que sofrera do mensalão do DEM. Para o Senado, foi eleito Raguffe, do PDT.

Você pode gostar