Por nicolas.satriano

Rio - Contrariando estudos que vinham indicando que estava em terceiro lugar, Marcelo Crivella (PRB) passou Anthony Garotinho (PR) e disputará as eleições ao governo do Rio com o candidato-governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB). Em coletiva na noite deste domingo, Crivella disse que institutos de pesquisa também erra, e os resultados das eleições de hoje provam isso. O candidato chamou de "catastróficos" os levantamentos no Brasil. "Pesquisas não decidem eleições", reiterou Crivella.

Romário é eleito senador com mais de 4 milhões de votos

Crivella: "Pesquisas não decidem eleições"Carlo Wrede / Agência O Dia

Leia: Freixo é eleito deputado estadual com mais de 340 mil votos

Com 40,72%, os eleitores do Rio definiramque o atual governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) irá disputar o segundo turno com o senador Marcelo Crivella (PRB) que chegou 20,23% dos votos válidos. A disputa para a vaga no segundo turno foi bastante acirrada entre Crivella e Anthony Garotinho (PR), que teve 19,67%. A diferença entre os dois foi de 0,56%.

Assim que foi confirmado a disputa do segundo turno, os adversários de Garotinho soltaram fogos em Campos. Em frente a casa do irmão dele, Nelson Nahim, também comemoraram alto gritando o nome do atual governador. Nahim, que é rompido com Garotinho, é candidato a deputado federal pelo PSB, pela mesma coligação de Pezão.

Lindberg Farias (PT) ficou em terceiro lugar com 9,97%. Já o professor Tarcísio Motta (PSol) ficou em quarto lugar com 8,93%. Os votos brancos somam 6,09% e os nulos, 11,44%.


Você pode gostar