Decisão neste domingo em 13 estados

Pesquisas indicam que nos outros 13 e no Distrito Federal haverá segundo turno no dia 26

Por O Dia

Rio -  Em pelo menos 13 estados a eleição para governador deverá ser decidida no primeiro turno. As pesquisas divulgadas ontem, véspera da eleição, pelo Ibope e o Datafolha mostram que os candidatos dessas regiões passaram dos 50% dos votos válidos. Nos outros 13 estados e no Distrito Federal a disputa só se encerra no dia 26.

Para chegar a esse resultado, foram excluídos os votos brancos, os nulos e os eleitores indecisos. O procedimento é o mesmo que é usado pela Justiça Eleitoral. No Maranhão, segundo o Ibope, a vitória de Flávio Dino (PC do B) sobre o senador Lobão Filho (PMDB) deve encerrar a hegemonia da família Sarney, no poder há 44 anos. Dino tem 59% das intenções de votos válidos, contra 38% do adversário, apoiado pela governadora Roseana Sarney e por seu pai, o senador José Sarney.

As intenções de votos válidos no país segundo o DatafolhaArte O Dia

Em Minas Gerais, Fernando Pimentel, do PT, também encerrará a eleição hoje, com 61% dos votos, sobre o tucano Pimenta da Veiga, após 12 anos do grupo de Aécio Neves no poder.
Já em São Paulo, o governo deverá continuar sob domínio dos tucanos, com a reeleição de Geraldo Alckmin hoje. O candidato tem 57% dos votos válidos.

Em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), apadrinhado do ex-presidenciável Eduardo Campos, também pode se sagrar vitorioso hoje, com 57% dos votos válidos. O candidato, que começou com apenas 11% das intenções de voto, subiu abruptamente nas pesquisas após o acidente que vitimou Campos, ultrapassando o rival Armando Monteiro Neto (PTB).

No Acre, terra de Marina Silva (PSB), a situação está indefinida para o governador Tião Viana (PT), que é apoiado por ela e pela companheira de partido Dilma Rousseff (PT). O candidato aparece com 50% dos votos válidos, com chances de re reeleger de primeira. Se for para o segundo turno, vai disputar com Bacalom (DEM) ou Márcio Bittar (PSDB). Na pesquisa do Ibope, ambos aparecem com 24% dos votos válidos.

A disputa pelo segundo lugar também está embolada no Rio Grande do Sul. No estado, a pesquisa Datafolha aponta para a ida de Ana Amélia Lemos (PP) para o segundo turno. Mas no Ibope, a candidata está empatada com José Ivo Sartori, com 29%. empatou com Ana Amélia Lemos (PP) na reta final. Ambos aparecem com 29%. Neste cenário, Tarso Genro tem 36% dos votos válidos.


Duas pesquisas indicam a reeleição de Pezão

No Rio de Janeiro, os institutos Ibope e Datafolha mostram cenários diferentes na disputa entre Anthony Garotinho (PR) e Marcelo Crivella (PRB) por vaga no segundo turno, contra Luiz Fernando Pezão (PMDB).
Na pesquisa do Datafolha, Garotinho e Crivella estão tecnicamente empatados, com 25% e 22%, respectivamente, dentro da margem de erro de dois pontos. O governador Pezão segue na liderança, com 36% dos votos válidos.

Já o levantamento do Ibope dá uma vantagem de sete pontos para Garotinho. O candidato do PR aparece com 27% dos votos válidos, enquanto Crivella tem 20%. Pezão tem 37%. Nas duas pesquisas, as simulações de segundo turno indicam a reeleição de Pezão.

Últimas de _legado_Eleições 2014