No Rio, eleitores enfrentam longas filas para conseguir votar

Demora para votar no Ciep Ayrton Senna da Silva, na Rocinha, chega a duas horas. Pelo menos três pessoas foram presas fazendo boca de urna, segundo a PM

Por O Dia

Rio - Cerca de seis mil eleitores votam nas 14 seções do Centro Integrado de Educação Pública Ayrton Senna da Silva, na Rocinha, Zona Sul do Rio, neste domingo. No local, uma das principais reclamações são as filas. Somente na seção 180, eleitores são obrigados a esperar em filas por até duas horas. Elas começam já passarela da Rocinha, na Autoestrada Lagoa-Barra.

Eleitores enfrentam longas filas para conseguir votar na Rocinha, Zona Sul do RioCacau Fernandes / Agência O Dia

"Vou chegar atrasado no meu trabalho por causa dessa fila. Eu só voto porque sou obrigado", disse revoltado o gerente de bar Antônio Alves de Brito, que chegou à seção 180, por volta das 8h30 deste domingo e só conseguiu deixar o local às 10h25.

Leia mais: Cabos eleitorais são presos fazendo boca de urna no Rio

Nas filas, outras pessoas também se mostram insatisfeitas com a demora. A reportagem de O DIA não flagrou ninguém fazendo boca de urna na porta do Ciep. No entanto, do outro lado da rua, na entrada da Rocinha, algumas pessoas praticavam o ato, algumas de maneira discreta e outras nem tanto.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos três pessoas saíram presas e algemadas do local. Há relatos de que o valor pago para quem faz boca de urna varia entre os R$ 50 e os R$ 100. Muita sujeita e uma grande quantidade de santinhos pode ser vista na Rocinha.

Boca de urna reprimida

A equipe de O DIA não flagrou boca de urna sendo feita em Copacabana, no entanto, a 20 metros da Escola Municipal Dr. Cocio Barcellos, na esquina da Rua Barão de Ipanema com a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, duas moças, que comiam em uma lanchonete, portavam uma bolsa contendo material de campanha.

Sem se identificar, elas diserram à reportagem que só estavam ali para cumprir horário e que não estavam mais praticando boca de urna porque cinco pessoas já haviam sido presas no bairro. Muitas pessoas desfilaram com camisas dos candidatos, mas a boca de urna no bairro da Zona Sul foi bem reprimida.

Tumulto na Tijuca

Enquanto na Zona Sul a boca de urna estava reprimida, na Zona Norte a situação era justamente oposta. Na porta do Tijuca Tênis Clube, embora não houvesse distribuição de panfletos, cabos eleitorais balançavam bandeiras gigantes com propaganda de candidatos.

Além disso, um tumulto foi registrado no clube da Zona Norte na tarde deste domingo.O supervisor do TRE Paulo César de Souza precisou acionar a Polícia Militar para que um homem que gritava na 7ª Zona Eleitoral fosse retirado. A confusão no clube se deu em função das grandes filas. Eleitores levavam até uma hora para conseguir votar.

"Não houve muita procura durante a manhã. Grande parte dos eleitores deixou para vir a tarde, o que causou essas filas enormes", disse Paulo César de Souza. Segundo ele, cada seção tem uma média de 450 eleitores. A 7ª Zona Eleitoral do Tijuca Tênis Clube tem 14 seções.

Últimas de _legado_Eleições 2014