Propaganda irregular gera 62 ações em 21 municípios do Rio

Oito processos têm como réus candidatos cujos “santinhos” e outros tipos de propaganda foram jogados em vias públicas

Por O Dia

Rio - A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE-RJ) do Ministério Público Federal propôs neste domingo 62 ações por propaganda irregular em 21 municípios.

Segundo a assessoria de imprensa da PRE-RJ, 58 processos têm como réus candidatos cujos “santinhos” e outros tipos de propaganda foram jogados em vias públicas, em uma prática conhecida como “voo da madrugada”. Outros processos resultam de uso abusivo de placas com nomes, fotos e números de candidatos.

Os réus com maior número de processos são os candidatos a governador Anthony Garotinho (PR) e Luiz Fernando Pezão (PMDB), com 13 processos cada. Já o senador Marcelo Crivella (PRB) responderá a três ações e o candidato do PT, Lindbergh Farias, a uma ação.

A cidade campeã em termos de irregularidades é Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, com 14 ações registradas, seguida de Teresópolis, com sete; Resende, com cinco; Campos dos Goytacazes e Nova Friburgo, com quatro cada uma; Engenheiro Paulo de Frontin, Nilópolis, Queimados, São Gonçalo, Valença e Rio de Janeiro, com três ações cada; Itaocara, Mesquita, Paraíba do Sul e São João de Meriti, com duas, cada; e Belford Roxo, Itaguaí, Niterói, Piraí, Porto Real e Quatis, com uma ação cada.

Últimas de _legado_Eleições 2014