Por nicolas.satriano

Rio - Reeleito neste domingo, o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) declarou em entrevista à CBN, na manhã desta segunda-feira, que apoiará Dilma Rousseff (PT) no segundo turno da disputa presidencial. Freixo admitiu críticas ao governo petista em questões como Reforma Agrária, direitos das minorias e política econômica. No entanto, disse não admitir a possibilidade de um retrocesso, se referindo à possibilidade de um governo tucano do candidato Aécio Neves (PSDB).

"Independente do que o partido possa vir a decidir, eu vou votar na Dilma no segundo turno”, destacou o deputado. Freixo disse que manterá críticas e diz ter a responsabilidade de não admitir o governo tucano.

Deputado estadual mais bem votado no Rio, Marcelo Freixo declara que apoiará Dilma no segundo turnoCarlo Wrede / Agência O Dia

"Não há menor possibilidade de apoio ao Pezão"

Sobre as eleições para o governo do Rio, Marcelo Freixo, que foi o candidato mais bem votado para a eleição de deputado estadual, nega qualquer apoio a Luiz Fernando Pezão (PMDB) porque, segundo ele, o candidato representa um governo Cabral (ex-governador Sérgio Cabral), do qual Freixo foi oposicionista.

Falando sobre eventual apoio a Marcelo Crivella (PRB), adversário de Pezão no segundo turno, Freixo considerou uma surpresa e disse que respeitará decisão partidária.

Você pode gostar