Presidenciáveis se despedem na TV

Aécio usa hino nacional, e Dilma lembra doença e tortura

Por O Dia

Rio - No último dia de horário eleitoral na TV, Aécio Neves (PSDB) abriu seu programa com o hino nacional, seguido de paródia da música de Axé ‘Festa’, de Ivete Sangalo. Depoimentos de anônimos e celebridades foram exibidos, além de trunfos como Marina Silva e Renata Campos, viúva do ex-presidenciável Eduardo Campos. O senador eleito Romário apareceu pela primeira vez, levantando a bandeira da moralização do esporte.

O jogador Neymar, do Barcelona, deu depoimento apelando aos eleitores indecisos. “Não podemos ter votos nulos ou brancos. Não podemos ter medo de nos posicionar”, afirmou.

A matéria da revista ‘Veja’ foi mencionada no fim do programa. “Você pode dar um basta nestes escândalos”, diz o locutor.

O programa de Dilma Rousseff (PT) começou rebatendo as denúncias. “Todo ano é a mesma coisa. Na reta final, a ‘Veja’ solta uma denúncia supostamente bombástica numa tentativa de reverter a vontade popular”, diz o apresentador.

Lula apareceu em depoimento e em imagens de comícios e atos de campanha pelo país. A inserção trouxe histórias de pessoas humildes que subiram na vida graças a programas sociais, como o Pronatec. Um jingle no ritmo do passinho teve Chico Buarque e Otto.

O encerramento coube a Dilma: “Lutei contra a ditadura. Venci a tortura, venci o câncer. Meu amor à vida, meus ideais, paixões, meu vício de esperança me ajudaram a vencer as dificuldades. Agora, o que me leva adiante é minha paixão pelo Brasil e pelo povo. Dou minha alma ao Brasil”.

Últimas de _legado_Eleições 2014