Por tiago.frederico
Publicado 26/10/2014 11:30 | Atualizado 26/10/2014 12:46

Rio - Jornalistas foram impedidos, por despacho do juiz eleitoral Sandro Espíndola, de registrar imagens do candidato ao Governo do Estado, Marcelo Crivella (PRB), votando, na manhã deste domingo. De acordo com a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral, a proibição se restringe à Zona Eleitoral em que o candidato vota, no Clube Marimbás, em Copacabana, Zona Sul da cidade. No entanto, não foi informado o motivo da decisão.

De acordo com os profissionais de imprensa, até mesmo a entrada no Colégio Eleitoral 252 foi dificultada.

Segundo com a diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão, a decisão judicial respeita a legislação eleitoral, que impede a aproximação de "pessoas estranhas" à zona eleitoral. "Aquele espaço se destina a eleitores e fiscais, só foi impedido o registro de imagens", afirmou.

A diretora diz que o mesmo critério foi aplicado ao colégio eleitoral onde vota o candidato à reeleição Luiz Fernando Pezão (PMDB), respeitando o preceito da isonomia.

Você pode gostar