Por pedro.logato
Rio - João Havelange, ex-presidente da CBF e da FIFA, teve um revés grande nos últimos dias. O dirigente renunciou a presidencia de honra da entidade máxima do futebol e agora corre risco de perder mais uma homenagem.
Há um projeto de lei na câmara dos vereadores do Rio de Janeiro que visa alterar o nome do Engenhão, que tem o nome do dirigente como o oficial. Este projeto surgiu devido as denúncias de corrupção que Havelange recebeu junto de Ricardo Teixeira. Os dois são acusados de participar do escândalo de corrupção, que envolve milhões de dólares em propina em contratos da Copa do Mundo agenciados pela ISL, empresa suíça de marketing esportivo que entrou em processo de falência em 2001. Havelange presidiu a Fifa entre 1974 e 1998
Publicidade
Os vereadores que estão a frente do projeto de lei são Eliomar Coelho, Paulo Pinheiro e Renato Cinco, todos do PSOL, eles pedem a mudança do nome do estádio para João Saldanha. O projeto já foi protocolado. Se passar pelas comissões de Câmara, deve ser votado no segundo semestre.