Após vexame, Joel Santana evita coletiva: 'Não tem o que dizer numa hora dessas'

Técnico vê o Bahia ficar em situação delicada no estadual e também na Copa do Brasil

Por O Dia

Bahia - Joel Santana ainda busca explicações para a goleada que o Bahia sofreu para o Vitória, neste domingo, por 7 a 3, no primeiro jogo da final do Campeonato Baiano. Após o vexame, o técnico foi para a coletiva, mas apenas para fazer um pronunciamento.

"Por respeito a vocês da imprensa que estão aqui, eu vim (para a sala da coletiva). Eu nem viria, não tenho nada a dizer, nada a declarar. Não tem o que falar em uma hora dessas. Tem de ficar calado, ir para casa e esperar o que vai acontecer", disse Joel.

A situação do Bahia não é complicada apenas no estadual. Na quarta-feira, o Tricolor encara o Luverdense pela Copa do Brasil e precisa vencer por três gols de diferença (perdeu o jogo de ida por 2 a 0). A missão é ainda mais ingrata no Baiano. No segundo jogo contra o Vitória, o time tem de ganhar por cinco gols para ser campeão.

Últimas de Esporte