Por rafael.arantes
França - Rafael Nadal, heptacampeão em Roland Garros, disparou contra os organizadores do torneio, que foram acusados de programar muito mal sua partida da segunda rodada, que acabou suspensa, fato que obrigará o tenista disputar dois jogos em dois dias seguidos.
"A programação de ontem (quinta-feira) não era boa, essa é a realidade. O diretor do torneio, que é quem toma as decisões, não foi coerente. Quando o programa é feito às 19h, eles já sabem as previsões do dia seguinte. Não é justo me colocarem na terceira partida do dia", afirmou o espanhol.
Nadal criticou programação de Roland GarrosEfe

Nadal se queixou que, enquanto ele disputava sua partida desta sexta contra o eslovaco Martin Klizan, que foi derrotado por 4-6,6-3, 6-3 e 6-3, em 2h44, seu próximo rival, o italiano Fabio Fognini, estava descansando, o que dará uma certa vantagem ao adversário nas oitavas de final.

"Espero que os organizadores reconheçam o erro. Não vale as desculpas que me deram, me disseram que era para programar as partidas de duplas. Agora eles vão dar prioridade para as duplas? Me parece uma piada. Não me parece uma desculpa válida", afirmou o maior campeão do torneio. Apesar de sua visível irritação, Nadal, que disse que não queria ser visto como o "mau da história", afirmou que não estava "zangado".

Publicidade
"Estou feliz por estar na terceira rodada. Não acho a programação justa, é muito mal feita. Quando sabe-se que haverá um dia ensolarado, vale, mas se há possibilidade de chuva, não se pode programar partidas sabendo que um atleta pode não jogar e o seu rival sim. Eu nem comecei e meu rival terminou", insistiu.
Nadal considera que se vencer Fognini neste sábado e avançar para as oitavas de final, dará por fechado o tema do cansaço. O espanhol derrotou Fognini na segunda rodada no torneio de Roma por 6-1 e 6-3, no único duelo entre ambos até o momento.