Por rafael.arantes

Espanha - A ex-jogadora de vôlei Ingrid Visser e seu namorado, Lodewijk Severein, morreram em consequência de um traumatismo craneoencefálico produzido por um forte golpe na cabeça, segundo o resultado das autópsias, que foi revelado nesta sexta-feira.

O delegado do governo em Múrcia, Joaquín Bascuñana, informou que a morte do casal holandês ocorreu entre os dias 14 e 16 de maio, dez ou doze dias antes da exumação dos corpos, pouco após sua chegada a Múrcia, no dia 13. Bascuñana afirmou que os relatórios legistas praticamente confirmaram a identidade de ambos, e que a morte se deveu a "uma destruição do sistema nervoso central" nos dois casos.

Ex-jogadora Visser foi encontrada morta junto ao namoradoDivulgação

O delegado do governo deu mais uma vez condolências às famílias das vítimas e disse que a morte foi "violenta". Bascuñana afirmou que o caso segue aberto, que não se descartam novas prisões e pediu tranquilidade para que a polícia possa seguir trabalhando. Ingrid Visser e seu namorado chegaram a Múrcia em 13 de maio em um carro alugado no aeroporto de Alicante e tinham voo de volta marcado para a Holanda dois dias depois.

O casal foi encontrado morto na noite de domingo passado, dia 26, em uma zona rural de Alquerías. Visser e o namorado teriam se reunido neste local com os três detidos em relação ao caso, que se encontram presos em Valência.

Você pode gostar