Por felippe.franco
Minas Gerais - O Atlético Mineiro fez juz ao mando de campo, e mesmo sem vencer nesta quinta-feira o Tijuana, com quem empatou em 1 a 1, fez história de maneira dramática, ao se classificar para as semifinais da Taça Libertadores.
O grande nome da classificação acabou sendo o goleiro Victor, que defendeu pênalti aos 47 minutos do segundo tempo, garantindo a classificação do único brasileiro entre os quatro melhores times da competição continental, feito inédito na história do clube mineiro.

O Atlético já chegou a participar de uma semifinal de Libertadores, mas em formato diferente ao do atual. Na temporada 1978, esta fase era disputada em duas chaves de três equipes. O Galo foi o último no grupo A, atrás de Boca Juniors - que acabou campeão - e River Plate, terminando na sexta colocação geral, sua melhor posição até este ano.

Atlético-MG garantiu classificação em fim da partida emocionanteEfe

O roteiro dramático da partida começou a se desenhar aos 25 minutos primeiro tempo, quando Duvier Riascos abriu o placar para o time visitante. Foram 15 minutos virtualmente eliminado, até que Réver concluiu cruzamento de Ronaldinho Gaúcho e empatou o jogo, naquele que foi o gol que eliminou uma pedra no sapato do futebol pentacampeão do mundo nesta Libertadores.

Publicidade
O time mexicano já havia enfrentado dois brasileiros em sua primeira participação na competição. O Corinthians foi o rival na fase de grupos e o Tijuana derrotou o Alvinegro em casa por 1 a 0, quebrando invencibilidade de 16 jogos do campeão da América em 2012. Depois o Timão venceu por 3 a 0, no Pacaembu. Nas oitavas de final foi a vez do Palmeiras, que acabou dando adeus ao torneio diante da equipe sediada na região fronteiriça entre México e Estados Unidos. Primeiro, empate em 0 a 0 em Tijuana, seguido de uma ótima vitória por 2 a 1, também no Pacaembu.
O Atlético retornará a atuar pela Taça Libertadores em julho, quando enfrentará o Newell's Old Boys, da Argentina, que ontem eliminou o Boca Juniors. Na outra semifinal, o Olimpia, algoz do Fluminense, encarará o Santa Fé.