Por fabio.klotz
Publicado 31/05/2013 22:39 | Atualizado 01/06/2013 19:16

Rio - A Segunda Divisão pode ser temida pelas equipes na elite do futebol, mas é a grande meta dos 20 clubes que, neste sábado, iniciam a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. Serão 18 rodadas de pontos corridos e outras três de mata-mata para preencher as quatro vagas na Série B de 2014. No Rio, as atenções estão voltadas para Duque de Caxias, Macaé e Madureira, representantes do estado no torneio.

O primeiro a estrear é o Tricolor Suburbano. Neste sábado, às 15h, o time recebe o recém-rebaixado Guarani em busca da primeira vitória. Com reforços pontuais, o técnico Alexandre Gama aposta em um time parecido com o que disputou o Campeonato Carioca.

Madureira conta com o fator casa para vencer o Guarani na estreiaDivulgação

"A expectativa é boa, temos treinado bem e esperamos também que o fator casa possa influenciar na estreia. A equipe possui uma média de idade inferior à que jogou o Estadual, mas a base permanece", afirmou o comandante.

No mesmo dia, às 19h, o Duque de Caxias encara o Mogi Mirim no Estádio Vail Chaves, no interior de São Paulo. Sem recursos, a equipe da Baixada Fluminense desenvolve uma parceria com a Cabofriense para reforçar o elenco. Enquanto as novidades não chegam, o time continua sem peças importantes, como o atacante Charles Chad, artilheiro do clube no Estadual, que acertou com o Caxias do Sul.

O Duque embarcou para São Paulo no início da tarde desta sexta-feira. A reportagem tentou entrar em contato com o técnico Mario Marques durante o trajeto, realizado de ônibus pela equipe tricolor, mas não obteve resposta.

Gerson Andreotti assumiu comando do Macaé em maioDivulgação

O Macaé, por sua vez, só entra em campo na próxima terça-feira, às 20h30, contra o Caxias. O duelo, realizado no Estádio Centenário, no Rio Grande do Sul, promete ser um divisor de águas para a equipe fluminense.

"Mudamos todo o nosso plantel. A expectativa é ter uma melhora tática ao longo do campeonato, até porque o grupo é novo e há uma necessidade de tempo para isso acontecer", destacou o técnico Gerson Andreotti.

Confiante, o treinador contou que usará como lição o resultado desfavorável no Campeonato Carioca, no qual o clube terminou próximo da zona de rebaixamento. "É outro momento, outro grupo, outro campeonato. Mas temos que tomar como exemplo as coisas ruins e dar continuidade às coisas boas", completou.

Você pode gostar