Por rafael.arantes

Rio - O jamaicano Usain Bolt garantiu nesta terça-feira em Roma, onde disputará prova da Liga de Diamante, que espera seguir dominando as provas de velocidade do atletismo até os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, quando deve abandonar o esporte. "Restam quatro anos no esporte, portanto, agora o objetivo é seguir dominando durante este tempo", disse o seis vezes campeão olímpico nos Jogos de Pequim e Londres, em entrevista coletiva.

Usain Bolt quer dominar provas de velocidadeEfe

Bolt, que disputará sua primeira prova na Europa neste andou, afirmou estar confiante em brilhar no Rio de Janeiro: "Espero fazer algo que jamais foi feito e esse será um dos meus maiores desafios", revelou. O recordista mundial dos 100 e 200 metros rasos pouco competiu nesta temporada, por sofrer com tendinite. Sua última prova oficial aconteceu em 1º de maio, nas Ilhas Cayman, quando correu os 100 metros rasos em 10s09, muito acima do recorde mundial, de 9s58.

"Me sinto bem. Tudo está perfeito. Quero muito correr em Roma, nas últimas semanas treinei muito. Estou trabalhando tanto a velocidade com a resistência. Dependendo de como for a temporada, colocaremos ênfase em uma ou outra coisa", disse Bolt. O velocista admitiu que, como em todo ciclo olímpico, é preciso ter cautela na preparação para evitar problemas físicos.

"É normal, todos os atletas forçam o trabalho e as lesões aparecem, mas nós trabalhamos na prevenção das lesões", garantiu. Apaixonado por futebol, Bolt comentou sobre a saída de Alex Ferguson do Manchester United, time que tem sua torcida. "Foi um dia muito estressante quando soube que ele iria embora, porque é um grande homem e somos amigos. Não sei se o novo técnico conseguirá os mesmos resultados", concluiu o jamaicano.

Você pode gostar