Nigéria protesta e se recusa a embarcar para a Copa das Confederações

Fifa ainda não se pronunciou sobre situação e se a delegação pode ser punida em caso de atraso para o torneio

Por O Dia

Namíbia - Os jogadores da seleção nigeriana se recusaram a embarcar nesta quinta-feira para o Brasil, onde disputarão a Copa das Confederações, como forma de protesto pela redução da premiação por resultados obtidos em cada partida, segundo o site esportivo do país "All Sports".

De acordo com o veículo, os atletas sequer aceitaram sair dos quartos de hotel onde estavam hospedados na cidade de Windhoek, capital da Namíbia, o que deveria causar a perda do voo para Johanesburgo, de onde a delegação partiria para o Brasil.

Nesta quarta-feira a Nigéria empatou com a seleção local em 1 a 1, pelas Eliminatórias africanas para a Copa do Mundo de 2014. O ponto central do protesto é a rejeição do bônus pago pela Federação Nigeriana de Futebol após o jogo, que seria a metade do combinado anteriormente. Isso pouco tempo depois de um recente corte, que também reduziu a premiação pela metade.

Na partida, a Nigéria buscou empate com a Namíbia no fim do jogo. Com o resultado, as 'Super Águias' precisam apenas de um empate contra Malawi, em setembro, para se qualificar a fase final das Eliminatórias, onde disputará um playoff que valerá a vaga na Copa do Mundo.

Os africanos estreariam na Copa das Confederações nesta segunda-feira, contra o Taiti, no Mineirão. A seleção faz parte do grupo B, que ainda têm Espanha e Taiti. Até agora, a Fifa não se pronunciou sobre o caso e se a delegação nigeriana pode ser punida em caso de atraso.

Últimas de Esporte