Réver pede calma e tranquilidade para a estreia na Copa das Confederações

Zagueiro acredita que equipe precisa controlar a ansiedade para não dar espaço para surpresas no torneio

Por O Dia

Brasília - Após desembarcar em Brasília, a seleção brasileira começa os preparativos finais para o início da disputa da Copa das Confederações. Reserva na equipe de Felipão, o zagueiro Réver concedeu entrevista coletiva onde ressaltou a necessidade de travar um pouco da ansiedade para que a equipe consiga obter os resultados esperados.

"Temos que controlar nossa ansiedade para a estreia da Copa das Confederações, principalmente para que isso não nos atrapalhe em momento algum. As escolhas estão feitas, mas as oportunidades ainda estão aqui. Sabemos que o treinador tem seu ponto de vista, mas continuaremos todos aqui prontos para tentar ajudar ao máximo, tanto dentro quanto fora de campo", afirmou Réver, que ainda foi questionado sobre a possibilidade do Brasil atuar com três zagueiros durante o torneio.

Réver é reserva na equipe de FelipãoDivulgação

"A disputa é sempre válida, é muito sadia. Se o treinador optar por escolher meus companheiros vou saber respeitar e vou continuar me mostrando a disposição para ajudar quando preciso", acrescentou.

Elogios para Neymar

Concedendo entrevista ao lado de Neymar, o zagueiro também foi questionado sobre a transferência do craque para o Barcelona. Sem poupar elogios, Réver fez questão de ressaltar a grande perda para o futebol nacional, mas exaltou o fato como muito especial para a carreira do companheiro.

"Fico triste pelo fato dele estar saindo do futebol brasileiro, mas de outro lado fico feliz por saber que é um passo grandioso para sua carreira. Então, só tenho a desejar muita sorte ao Neymar no Barcelona, pois sabemos que é um cara muito merecedor. É um jogador que podemos dizer que é praticamente 100% completo", concluiu.

Neymar e Réver concederam entrevista coletivaDivulgação


Últimas de Esporte