Por pedro.logato

Bahia - Daniel Alves está em casa. Baiano de Juazeiro, cidade a 540km de Salvador, o lateral-direito volta a jogar hoje na Fonte Nova, relembrando os primeiros passos no estádio e o início da carreira pelo Bahia.

Daniel Alves nasceu na BahiaAndré Luiz Mello / Agência O Dia

“Quando eu pisei aqui, passou um filme muito lindo na minha cabeça, rapidinho, curto, mas é maravilhoso estar voltando para onde tudo começou. É um presente. Só tenho que agradecer a todos aqueles que me permitiram voltar aqui com a seleção brasileira. É maravilhoso ter jogado aqui e voltar a esse estádio totalmente reformado. Espero que o dia de amanhã (sábado) seja tão perfeito quanto o estádio”, afirmou Daniel Alves, emocionado.

O clima familiar ficou ainda mais evidente no treino do Brasil no estádio Pituaçu, com os pais do lateral, Domingos e Lúcia, assistindo à atividade.

“Minha melhor lembrança da Fonte Nova foi a estreia pelo Bahia. A minha impressão agora é de que não tem nada a ver com o estádio que era. Mas o brilho de antes está escondido. Espero desfrutar desse brilho e fazer um grande jogo e que a galera que venha ao estádio possa desfrutar de um grande futebol”, afirmou Daniel Alves.

Criado nas categorias de base do Bahia, ele teve a primeira chance de jogar como titular no dia 11 de novembro de 2001, no triunfo do Bahia por 3 a 0 sobre o Paraná Clube, na Fonte Nova.

De lá para cá, o lateral se tornou um dos titulares incontestáveis do técnico Luiz Felipe Scolari e destaque do Barcelona, onde, na próxima temporada, terá como companheiro o craque Neymar. Na atual Seleção, Daniel Alves é um dos dois remanescentes da conquista da Copa das Confederações de 2009, sob o comando de Dunga. O outro é o goleiro Julio Cesar.

Como um dos mais experientes do time, o baiano Daniel Alves joga diante de sua família, no seu estado natal, para levar o Brasil à terceira vitória na Copa das Confederações. E, seja no estádio ou a distância, o lateral ainda terá uma torcedora muito especial: a namorada, a atriz global Thaissa Carvalho.

Você pode gostar