Por pedro.logato


Itália - O escândalo de doping envolvendo grandes nomes do atletismo mundial ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira. Um dia depois de ser divulgado o envolvimento do velocista Asafa Powell e da velocista Sherone Simpson, a polícia italiana achou substâncias na identificadas no quarto dos atletas.

Asafa Powell foi pego no exame antidopingDivulgação

Os dois jamaicanos ao lado do americano Tayson Gay foram flagrados em exames pelo uso do o estimulante oxilofrina. A ação policial foi requisitada pela Agência Mundial Antidoping (WADA). Outros três velocistas jamaicanos testaram positivo no antidoping, mas não tiveram seus nomes divulgados.

A oxilofrina é uma substância estimulante usada para tratar estados de hipotensão, com ação semelhante às da efedrina. A substância promove a liberação da noradrenalina e atividade noradrenérgica. Sua principal atividade é o aumento da frequência cardíaca e tem reduzida capacidade de agir como um supressor de apetite e modulador de comportamento.

No mês passado, o doping já tinha movimentado o mundo do atletismo quando a velocista e estrela jamaicana Veronica Campbell-Brown teve teste positivo para diurético proibido pela WADA. No início do mês, Usain Bolt foi questionado sobre doping e foi categórico: 'Estou totalmente limpo'.

Você pode gostar