Por elisa.souza

Rio - A Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj) teve que encerrar o projeto que visava levar atletas à Europa para treinar para competições de alto rendimento. O fim do projeto se deve à falta de apoio do CBC, Confederação Brasileira de Ciclismo, e ao fechamento do velódromo da Barra da Tijuca.

O velódromo, construído para o Pan-Americano de 2007, está fechado desde fevereiro, passando por reformas para atender às exigências de Federação Internacional para as Olimpíadas. A Fecierj e o Movimento LiveWright, organização que visa o fortalecimento das bases esportivas no país, tentaram, por conta disso, levar os atletas para treinar na Europa.

O problema, no entanto, foi que a CBC não adotou o grupo como integrantes da seleção, prerrequisito necessário para que os atletas pudessem viajar. Sem o apoio, o projeto perdeu patrocínios e teve que ser encerrado. Os atletas cariocas continuam sem lugar para treinar.

Você pode gostar