Atlético-MG inicia finais em busca de façanha inédita do futebol brasileiro

Brasil tem segunda oportunidade na história de ser tetra da Libertadores. Na primeira, falhou

Por O Dia

Paraguai - O Atlético-MG joga por ele, por um título inédito em sua história, mas tem nas suas mãos a oportunidade nesta final de Libertadores de sacramentar a hegemonia brasileira na competição de clubes mais importante do continente. Contra o Olimpia, rival tradicional e tricampeão do torneio, o time mineiro pode garantir ao Brasil um tetracampeonato da Libertadores, algo inédito para o País e que apenas uma vez pôde ser alcançado. Sem sucesso, contudo.

Internacional , Santos e Corinthians são os últimos campeões. Entre 1997 e 1999, Cruzeiro, Vasco e Palmeiras também triunfaram. Porém, em 2000, de novo com o Palmeiras na decisão, o título foi para a Argentina nas mãos do Boca Juniors. O Atlético-MG, com seu primeiro título, pode garantir o tetra ao futebol brasileiro.

Atlético Mineiro pode conquistar o quarto título brasileiro consecutivo na LibertadoresdEfe

Entre todos os países sul-americanos, apenas a Argentina teve seus clubes ganhando a Libertadores por quatro anos seguidos. Isso aconteceu duas vezes. Porém, em ambas ocasiões, o protagonista da sequência foi um time só. O primeiro foi o Estudiantes, tricampeão em 1968, 1969 e 1970. Antes, em 1967, o campeão foi o Racing.

Em 1971 o campeão foi o Nacional, de Montevidéu, que impediu mais um título do Estudiantes na final. Depois, entre 1972 e 1975, o Independiente engatou quatro títulos e pela segunda vez a Argentina foi tetracampeã da Libertadores. O Brasil pode alcançar a sequência com quatro clubes diferentes.

Últimas de Esporte