Por bernardo.argento

Espanha - O atacante Neymar disse nesta quinta-feira que está "acostumado com faltas duras" e garantiu que, quando jogava no Brasil, era alvo de faltas "mais fortes" do que as recebidas em sua estreia pela equipe do Barcelona diante do Lechia Gdansk. Para Neymar, as pancadas "fazem parte do futebol" e ele não acredita que a marcação sofrida na Polônia nos 15 minutos em que esteve em campo foi mais forte do que em algumas partidas quando jogava no Brasil.

Cercado por uma enorme expectativa da mídia e ajudado por um tradutor, a jóia brasileira participou de uma entrevista coletiva após o treino de hoje e disse que está muito feliz, que está realizando um sonho e que sua vida em seu novo clube supera tudo o que tinha imaginado.

"A cidade é maravilhosa, muito bonita. Estou conhecendo um pouco. Mas o que mais me impressionou foi o grupo de jogadores. Eu já sabia que o elenco era muito bom, mas quando cheguei aqui, é muito melhor que eu pensava", disse.

Neymar concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira Efe

Sonho de infância e boa relação com Messi

Neymar contou que está vivendo um sonho de infância. "No vestiário, olho para um lado, vejo Messi, olho para o outro e vejo Puyol, Iniesta. Estou muito mais que feliz, é a realização de um sonho. É uma felicidade imensa", confessou.

O craque da seleção brasileira disse que sua relação com Messi é "maravilhosa": "Nosso relacionamento até agora está maravilhoso. Messi é uma grande pessoa, conversamos todos os dias. Está tranquilo, ele é um cara tranquilo, ele pra mim é o melhor do mundo, meu ídolo e espero ajudá-lo".

Neymar aprova Tata Martino 

Apesar de sua contratação ter sido um pedido de Tito Vilanova, a quem desejou rápida recuperação do câncer, Neymar se derreteu em elogios para o novo técnico, o argentino Gerardo 'Tata' Martino. "É um grande treinador. Meu relacionamento está muito bom, conversamos todos os dias. Converso com todos os jogadores também. Para mim é diferente, é uma grande oportunidade trabalhar com alguém como o Tata", disse.

Neymar também deixou claro que ainda não falou com Martino sobre qual será sua posição no time. O craque sabe que, sem perder sua personalidade, deverá se adaptar "o mais rápido possível" ao estilo do Barcelona, "a equipe que joga o futebol mais bonito do mundo".

O atacante afirmou que para ele dá no mesmo fazer muitos gols ou dar assistências para seus companheiros marcarem, desde que ajude a equipe a ganhar, e garantiu que ainda não pensou se vai continuar na Europa com as comemorações extravagantes que fazia no Brasil toda vez que balançava as redes adversárias.

"Ninguém falou nada comigo sobre comportamento. Dança e comemoração nunca tem que ser desrespeitando. Tem que ser algo para você mesmo. É a hora de extravasar, fazer o que sentir vontade, mas nunca desrespeitar", comentou.

Neymar distribuiu sorrisos durante a entrevista coletiva Efe

Forma Física 

Após ser operado em julho por conta de uma amigdalite, Neymar reconheceu que perdeu "um pouco de peso", mas tranqüilizou à torcida do Barcelona sobre sua forma física: "Estou treinando forte e a cada dia me sinto melhor".

Amanhã, Neymar se apresentará com o Barcelona no Camp Nou, na disputa do troféu Joan Gamper, em partida contra seu ex-time, o Santos, o que para ele será "uma partida especial". "É uma grande partida porque vou jogar contra ex-companheiros, que tenho um carinho muito grande. Mas vou defender com muito orgulho o Barcelona para sair vencedor de campo", concluiu.

Você pode gostar